A M O R

Sim, só pode ser amor…

Antes de Liz chegar, eu sabia o que era amor… mas o amor entre homem e mulher, e todos sabem bem o que é isso.

O que eu não sabia, era o amor que ia nascer junto com minha pequena… e este é completamente diferente do que eu conhecia… este envolve dor, angústia e a maior de todas as inseguranças que já pensei sentir.

O ato de amamentar, para mim, representa bem o que este novo A M O R envolve. Exige umas das maiores superações de dor que já havia sentido. E essa dor vai mudando… com uma mistura de entrega e alegria, de doação e satisfação.

Travei uma batalha para o meu leite não secar desde os 1,5 mês da Lizoquinha, e agora perto de seus 3 meses, continuamos aqui, conectadas.

Eu não sei o quanto ainda vou conseguir, então quis registrar este momento que ainda nos faz sentir uma só… mas pitica, saiba que mesmo quando eu não puder mais te alimentar por mim mesma, você terá meu peito para te acolher e minha alma para te abraçar.

sim, é  A M O R.

 

LZPhoto2501_liz_001 LZPhoto2501_liz_002 LZPhoto2501_liz_003 LZPhoto2501_liz_004 LZPhoto2501_liz_006 LZPhoto2501_liz_008 LZPhoto2501_liz_009

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *