Uma Carta para Minha Mãe

E depois de 31 anos, o que dizer?

Pit, depois de 31 anos o que será que ainda não foi dito? Bom…

Aos 31 anos eu não caibo mais em seu colo… agora, quem aproveita deles são suas netinhas, mas eu ainda posso me lembrar de quantas vezes eu corri até ele, e depois de grande, quantas vezes nele eu pensei para que pudesse me confortar quando estava longe.

Aos 31, você não precisa mais me dar as mãos para me ensinar a andar… hoje, na verdade, se deixar eu saio voando e você até que tenta me convencer do contrário (rss)… mas sempre recordo das surpresas que tentava te fazer nos retornos para casa, e das lágrimas que caiam quando tinha que partir novamente (e eu esperava virar a esquina…).

Com 31, você não me diz mais o que é certo ou errado… agora, o desafio é preservar os valores que vocês me ensinaram, e passaram a ser os meus princípios também.

Bom, ser filha aos 31 também tem a cobrança de quando ela se tornará mãe hahahaha, mas isso eu deixo para o tempo responder, por hora continuo apenas filha mesmo.

Com 31 a gente ri muito, descorda muito, brinca muito, trabalha muito e agradece muito… e acho que está aí o melhor de ser filha aos 31… de fato, agradecer.

Obrigado por me dar os seus olhos, seu amor e por ter me desejado tanto em seus 20 e pouquinhos anos. Que as nossas fotos eternizem as nossas boas risadas e o nosso amor de mãe, filho e filha (aos 31). Happy Mother’s Day! : )

Ensaio Fotográfico Família

Ensaio Fotográfico Família

LZPhoto030515 Ensaio Dia das Mães 26 trat pb horiz

Ensaio Fotográfico Família

Ensaio Fotográfico Família

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *